-
loading
Só com imagem

Congelados alimentacao animais exoticos


Lista mais vendidos congelados alimentacao animais exoticos

Brasil (Todas as cidades)
Formulário de Animais Exóticos 3ª edição Autor: James W. Carpenter Edição: 3ª edição 2010 Número de Páginas: 578 Formato: 15 x 21 cm - Capa Dura Editora: MedVet ISBN: 9788562451072 Conteúdo Parte Um Formulário e Informações Médicas/Biológicas Peixes Gregory A. Lewbart, MS, DVM, Diplomado ACZM Tabela 1 Agentes antimicrobianos e antifúngicos usados em peixes Tabela 2 Agentes antipasitários usados em peixes Tabela 3 Contenção química/agentes anestésicos usados em peixes Tabela 4 Agentes diversos usados em peixes Apêndice 1 Valores de hematologia e bioquímica sérica de peixes Apêndice 2 Literatura citada – peixes Anfíbios Kevin Wright, DVM Tabela 5 Agentes antimicrobianos usados em anfíbios Tabela 6 Agentes antifúngicos usados em anfíbios Tabela 7 Agentes antiparasitários usados em anfíbios Tabela 8 Contenção química/agentes anestésicos e analgésicos usados em anfíbios. Tabela 9 Hormônios usados em anfíbios Tabela 10 Agentes diversos usados em anfíbios Apêndice 3 Valores fisiológicos e hematológicos de anfíbios Apêndice 4 Diagnóstico diferencial por sinal clínico principal em anfíbios Apêndice 5 Literatura citada – anfíbios Répteis Geraldine Diethelm, Médico Veterinário Tabela 11 Agentes antimicrobianos usados emrépteis Tabela 12 Agentes antivirais usados em répteis Tabela 13 Agentes antifúngicos usados em répteis Tabela 14 Agentes antiparasitários usados em répteis Tabela 15 Contenção química/agentes anestésicos e analgésicos usados em répteis Tabela 16 Hormônios e esteroides usados em répteis Tabela 17 Suporte nutricional/mineral e de fluidos usados em répteis Tabela 18 Agentes diversos usados em répteis Apêndice 6 Valores hematológicos e de bioquímica sérica de répteis Apêndice 7 Características ambientais, dietéticas e reprodutivas de répteis Apêndice 8 Valores de urinálise em quelônios Apêndice 9 Produtos selecionados e normas de conduta usados na alimentação forçada de répteis anoréxicos ou debilitados Apêndice 10 Normas de conduta para lavagem traqueal/pulmonar ou de cólon em répteis Apêndice 11 Locais comumente usados para punção venosa em répteis Apêndice 12 Tratamento de distocias em répteis. Apêndice 13 Tratamento de hiperparatireoidismo nutricional secundário em iguanas Apêndice 14 Seleção de fontes de dieta e outros produtos comerciais para répteis Apêndice 15 Literatura citada – répteis Aves Christal Pollock, DVM, Diplomada ABVP (Aves) James W. Carpenter, MS, DVM, Diplomado ACZM Natalie Antinoff, DVM, Diplomada ABVP (Aves) Tabela 19 Agentes antimicrobianos usados em aves Tabela 20 Agentes antifúngicos usados em aves Tabela 21 Agentes antivirais e imunomoduladores usados em aves Tabela 22 Agentes antiparasitários usados em aves Tabela 23 Contenção química, agentes anestésicos/analgésicos usados em aves Tabela 24 Hormônios e esteroides usados em aves Tabela 25 Anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) usados em aves Tabela 26 Agentes de nebulização usados em aves. Tabela 27 Agentes usados no tratamento de intoxicações em aves Tabela 28 Agentes psicotrópicos usados em aves Tabela 29 Suporte nutricional e mineral usados em aves Tabela 30 Agentes oftálmicos usados em aves Tabela 31 Agentes oncológicos usados em aves Tabela 32 Polimetilmetacrilato impregnado por agentes antimicrobianos (PMMA) usados em aves Tabela 33 Agentes usados no tratamento de aves impregnadas em petróleo. Tabela 34 Agentes usados em emergências em aves Tabela 35 Agentes usados em eutanásia em aves. Agentes diversos usados em aves Apêndice 16 Valores hematológicos e de bioquímica sérica de psitacídeos selecionados Apêndice 17 Valores hematológicos e de bioquímica sérica de psitacídeos jovens selecionados Apêndice 18 Valores hematológicos e de bioquímica sérica de Passeriformes selecionados Apêndice 19 Valores hematológicos e de bioquímica sérica de Galliformes selecionados279 Apêndice 20 Valores hematológicos e de bioquímica sérica de Anseriformes (aves aquáticas) e Columbiformes selecionados Apêndice 21 Valores hematológicos e de bioquímica sérica de Piciformes e ratitas selecionados Apêndice 22 Valores hematológicos e de bioquímica sérica de rapinantes selecionados282 Apêndice 23 Valores biológicos e fisiológicos de espécies aviárias selecionadas Apêndice 24 Valores biológicos e fisiológicos de Anseriformes (aves aquáticas) selecionados Apêndice 25 Valores biológicos e fisiológicos de rapinantes selecionados Apêndice 26 Referências rápidas para alterações do perfil hematológico normal de aves. Apêndice 27 Referências rápidas para alterações do perfil de bioquímica sérica normal de aves
Ver produto
Brasil (Todas as cidades)
Antes de efetuar a compra entre em contato através do campo de perguntas para saber disponibilidade de tamanho e envio, - Valor equivale ao KIT 24 unidades nos tamanhos (A, B) 20 unidades nos tamanhos (C ou D) 18 unidades nos tamanhos (E) 15 unidades nos tamanhos (F) 12 unidades nos tamanhos (G) 10 Unidades nos tamanos (H) - Entregamos me mãos na região central de SP ou via sedex para lugares de até 3 dias de envio, - Frete deve ser pago por deposito bancario, - Os Envios serão realizados em até 48 horas após a confirmação do pagamento
Ver produto
Brasil (Todas as cidades)
- Antes de efetuar a compra entre em contato através do campo de perguntas para saber disponibilidade de tamanho e envio, - Valor equivale ao KIT de 10 unidades - Entregamos me mãos na região central de SP ou via sedex para lugares de até 3 dias de envio, - Frete deve ser pago por deposito bancario, - Os Envios serão realizados em até 48 horas após a confirmação do pagamento
Ver produto
Brasil (Todas as cidades)
Antes de efetuar a compra entre em contato através do campo de perguntas para saber disponibilidade de tamanho e envio, - Valor equivale ao KIT 24 unidades nos tamanhos (A, B) 20 unidades nos tamanhos (C ou D) 18 unidades nos tamanhos (E) 15 unidades nos tamanhos (F) 12 unidades nos tamanhos (G) 11 Unidades nos tamanhos (H) 10 unidades nos tamanhos adultos Grandes - Entregamos me mãos na região central de SP ou via sedex para lugares de até 3 dias de envio, - Frete deve ser pago por deposito bancário, - Os Envios serão realizados em até 48 horas após a confirmação do pagamento
Ver produto
Brasil (Todas as cidades)
Antes de efetuar a compra entre em contato através do campo de perguntas para saber disponibilidade de tamanho e envio, - Valor equivale ao KIT nos tamanhos: 24 unidades nos tamanhos (A, B) 20 unidades nos tamanhos (C ou D) 18 unidades nos tamanhos (E) 15 unidades nos tamanhos (F) 12 unidades nos tamanhos (G) 11 Unidades nos tamanhos (H) 10 Unidades nos tamanhos adultos Entregamos me mãos na região central de SP ou via sedex para lugares de até 3 dias de envio, Frete deve ser pago por deposito bancário, Os Envios serão realizados em até 48 horas após a confirmação do pagamento
Ver produto
Brasil (Todas as cidades)
Caixa De Transporte Para Reptéis Anfíbios - Tamanho Grande - Exopets Caixa termoplástica para criação e transporte de Reptéis e Anfíbios em geral. Com abertura na superfície para facilitar a alimentação. Contém: corpo plástico transparente e tampa plástica com alça em cor preta. Dimensões do produto: Comprimento: 32,5cm Largura: 22cm Altura: 21cm Exopets: O interesse pelos animais exóticos vem aumentando ao longo dos anos. Imbuído do compromisso de disponibilizar aos proprietários de pets o acesso virtual, uma ampla oferta de produtos e recursos específicos para animais silvestres e exóticos com preços acessíveis, favorecendo a qualidade de vida dos animais. Com esse objetivo, nasceu em 18 de Outubro de 2016 a Exopets.
Ver produto
Brasil (Todas as cidades)
Caixa termoplástica para criação e transporte de Reptéis e Anfíbios em geral. Com abertura na superfície para facilitar a alimentação. Contém: corpo plástico transparente e tampa plástica com alça em cor preta. Dimensões do produto: 260x260x200mm Exopets: O interesse pelos animais exóticos vem aumentando ao longo dos anos. Imbuído do compromisso de disponibilizar aos proprietários de pets o acesso virtual, uma ampla oferta de produtos e recursos específicos para animais silvestres e exóticos com preços acessíveis, favorecendo a qualidade de vida dos animais. Com esse objetivo, nasceu em 18 de Outubro de 2016 a Exopets.
Ver produto
Brasil (Todas as cidades)
Caixa termoplástica para criação e transporte de Reptéis e Anfíbios em geral. Com abertura na superfície para facilitar a alimentação. Contém: corpo plástico transparente e tampa plástica com alça em cor preta. Dimensões do produto: 205x205x170mm Exopets: O interesse pelos animais exóticos vem aumentando ao longo dos anos. Imbuído do compromisso de disponibilizar aos proprietários de pets o acesso virtual, uma ampla oferta de produtos e recursos específicos para animais silvestres e exóticos com preços acessíveis, favorecendo a qualidade de vida dos animais. Com esse objetivo, nasceu em 18 de Outubro de 2016 a Exopets.
Ver produto
Brasil (Todas as cidades)
Descrição: O Soquete para Terrários  Simples é fabricado em cerâmica e acompanha Dimmer para controle de intensidade da corrente elétrica, fornecendo maior segurança para os animais e para o equipamento instalado no terrário. Especificações: - Acompanha Dimmer - Fio com 1,5 metros de comprimento - Fabricado em Cerâmica Indicação: Répteis, Anfíbios, Aves, jabutis, tartarugas, iguanas e espécies de animais de sangue frio Material: Soquete Simples importado e homologado pelos órgãos responsáveis com o meio ambiente Marca: Exopets, atualmente principal importadora de produtos para répteis no Brasil.  Empresa responsável, consolidada e recomendada por grandes veterinários, biólogos e nomes de relevância no mundo dos animais exóticos. Especializada em montagem de terrários, iluminação para répteis, aquecimento,  alimentação e decoração.
Ver produto
Salvador (Bahía)
vendo besouros do amendoim 20 besouros por 10 reais pra começar sua cultura sem dor de cabeça as larvas do besouro do amendoim sao usadas na alimentaçao de peixes aves e outros animais exoticos na compra darei dicas sobre manejo. mais informaçoes chamem no chat agracemos sua visita! zap 88323597
R$ 10
Ver produto
Brasil (Todas as cidades)
Chinchila fêmea black velvet (focinho e dorso preto com barriga branca) filhote, 3 meses de idade, desmamada. Linhagem paterna cor preta e linhagem materna cinza. Animal manso, brincalhão, muito esperta e ativa. As chinchilas são animais exóticos com origem nos Andes - América do Sul. São criados como pets e requerem alimentação específica e gaiolas próprias para a espécie. Tem hábitos noturnos (dormem de dia e comem e brincam à noite). São roedores e necessitam de pedaços de madeira para desgaste dos dentes. Vivem em média 15 anos. Venda direta do criador. Entrega somente em mãos, com retirada. NÃO ENVIO!!!
Ver produto
Brasil (Todas as cidades)
SUPLEMENTO VITAMÍNICO PARA PEIXES DE AGUA DOCE E SALGADA SERA fishtamin Suplemento de vitaminas, para mais vitalidade sera Fishtamin é o alimento complementar, composto por um concentrado de multivitaminas emulsionado, cuidadosamente processado, para todos os peixes de água doce e salgada. Complementa a alimentação, de modo eficaz e seguro, com todas as vitaminas essenciais. Aplicandose simplesmente sobre o alimento ou adicionando-se à água, compensa a falta de nutrientes e evita carências nutricionais. Favorece o sistema imunitário, a saúde e a vitalidade dos peixes. É particularmente útil a aplicação em situações de stress, no caso de doenças, para animais jovens e para promover a criação. Zona de nado superficie meio fundo Recomendação de alimentação Agite bem antes de usar! Para complementar regularmente a alimentação: uma vez por semana, adicione 2 a 3 gotas sobre o alimento (em aquários médios, com um número normal de peixes), deixe atuar durante um curto espaço de tempo e em seguida distribua o alimento. Para fortalecer os peixes em situações de stress (p. ex. mudança, medidas de manutenção, lutas territoriais, mudanças de temperatura) e em caso de doenças: adicione diariamente 2 a 3 gotas sobre o alimento. Caso os peixes tenham deixado de comer, adicione 6 a 7 gotas por 50 litros de água do aquário. Indicação: Como as vitaminas são sensíveis à luz, só deve adicionar sera Fishtamin diretamente na água do aquário à noite, depois de desligar a iluminação. Para enriquecer, com vitaminas, os alimentos congelados: Depois de descongelar o alimento, adicione a cada porção (aprox. 1 colher) 2 a 3 gotas de sera Fishtamin, deixe atuar durante um curto espaço de tempo e em seguida distribua o alimento. Para enriquecer, com vitaminas, os náuplios de artémia: Cada 2 dias adicione 5 gotas por cada 100 ml de água salgada no recipiente de criação, 30 a 60 minutos antes de distribuir os náuplios. Antes do período de criação e até 10 dias depois do início da mesma, cada 2 dias adicione 4 a 6 gotas sobre o alimento, deixe atuar durante um curto espaço de tempo e em seguida distribua o alimento. Para a criação dos alevins: cada 2 dias adicione 1 a 5 gotas (dependendo da quantidade dos peixes e do alimento) sobre o sera Micron, sera Vipan Baby ou sera Vipagran Baby. Misturar e deitar o alimento em papas diretamente no aquário de criação. Multivitamínico estabilizado para fortalecimento dos peixes durante ou depois de períodos de doença, após a introdução de peixes novos, para a reprodução e para vitaminar os alimentos dos peixes recém-nascidos. SERA fishtamin está também indicado para a recuperação de forma dos peixes de lago, antes e depois do período de hibernação. Pode ser aplicado directamente na água. Mas obtemos melhores resultados aplicando 6 a 7 gotas, por peixe, directamente na comida, alguns minutos antes de os alimentar, uma vez por semana. Os peixes de lago devem receber 10 a 12 gotas de SERA fishtamin por peixe e por dia, durante três semanas. 15ML
Ver produto
Brasil (Todas as cidades)
ALIMENTO COMPLEMENTAR, CORRETOR DE EXCESSO DE GORDURA NO FIGADO E CARÊNCIAS MINERAIS. A alimentação habitual das aves em cativeiro apresenta dois defeitos principais: a um excesso de gorduras, há a juntar uma carência em minerais e, sobretudo, fósforo. A maioria dos grãos distribuídos às aves são oleaginosos (nabo, papoila, niger ou semilha, cânhamo) que contêm entre 30 a 40% de gordura. Com efeito, é preciso considerar que a ave, descascando o grão, deixa o invólucro (casca) para consumir apenas o interior onde se encontra toda a gordura. Um tal excesso, tolerável pelos pássaros que vivem no exterior e numa estação fria, é no entanto, muito grave para os que vivem no interior das habitações ou mesmo em recintos não aquecidos, onde a temperatura não desce abaixo dos 10º centigrados. As aves suportam mais ou menos bem esse excesso de gorduras que, no entanto, pode ser a causa de problemas graves e correntes: a hepatite, seguida de enterite. A hepatite alimentar tem uma evolução lenta (2 a 3 ou 4 semanas) e, no princípio, a ave parece “embolada” por momentos e, depois, cada vez mais frequentemente. Está constantemente no comedouro, mas desperdiça mais do que come na realidade. O ventre encontra-se vermelho, muitas vezes inchado e a sua respiração pode ser penosa apesar de silenciosa. O ventre vermelho é sinal de enterite com congestão do intestino. A respiração é afectada pelo fígado, que se encontra hipertrofiado (até 2 a 3 vezes o seu volume normal). Na autópsia, encontramos o fígado descorado, amarelado ou de cor mastique. A hepatite tem um resultado fatal, salvo intervenção rápida no seu início; infelizmente, na maioria dos casos, perante estes sintomas, os amadores e muitas vezes até os criadores mais experientes começam por dar medicamentos (antibióticos, etc.) cuja acção é ainda pior. A correcção do regime é possível e a COLINA Ca/p foi prevista para este efeito: o seu emprego dois dias por semana (ou 1 dia em cada 3), corrige os excessos de gordura e impede a acumulação desta no fígado. O seu emprego contínuo, no início de hepatites, permite, muitas vezes, travar a sua evolução. A COLINA Ca/P não é um medicamento e, assim, não tem contra indicações. A COLINA Ca/P contém, por outro lado, minerais, oligoelementos, cálcio (Ca) e, sobretudo, fósforo (P). O fósforo existe, com efeitos, nos grãos mas sob uma forma orgânica (ácido píctico) que não é utilizável pelas aves, para as quais um aporte de fósforo mineral é indispensável. Torna-se, pois, necessário fazer este aporte regularmente e a COLINA Ca/P, dada duas vezes por semana, realiza perfeitamente esta função. COMPOSIÇÃO Colina, Sorbitol, cálcio fósforo, oligoelementos (cobalto, zinco, manganês, sódio e cobre) INDICAÇÕES Hepatites por sobrecarga de gorduras e outros problemas de fígado, carências minerais, ossificação, etc. MODO DE UTILIZAÇÃO A COLINA Ca/P, como já referimos, não é um medicamento mas sim um complemento alimentar que, para animais como aves, será misturado no alimento. A forma líquida foi idealizada tendo em atenção a alimentação especial das granívoras, que não permite uma tal mistura. O seu emprego deve ser regular e ao ritmo de dois dias não consecutivos por semana (1 em cada 3 ou 4 dias em média). A COLINA Ca/P é adicionada à água do bebedouro na dose de 1 ml (20 a 25 gotas) em 60 cc de água doce para qualquer tipo de ave). Isto corresponde sensivelmente a duas colheres de sopa bem cheias de COLINA Ca/P por um litro de água. APRESENTAÇÃO Frascos conta-gotas de 30 cc e embalagens de 100 cc. Os nosso produtos podem ser utilizados nas seguistes aves: Canários, Periquitos, Papagaios, Exóticos, Pombos, Faisões e outras. PESOS MÉDIOS DE ALGUMAS AVES: CONSUMOS DIÁRIOS APROXIMADOS CANÁRIOS _ 15 a 40 g CANÁRIOS _ Água: 1 a 3 cc PERIQUITOS _ 20 a 60 g _ Sementes: 2 a 20 g PAPAGAIOS _ 400 a 600 g POMBOS: LIGEIROS _ 250 a 300 g POMBOS: _ Água: 45 a 50 ml MÉDIOS _ 450 a 500 g _ Sementes: 1/10 do peso ou 20 a 100 g/dia PESADOS _ Até 1000 g EQUIVALÊNCIAS 1 colher de chá = ± 3cc = 60 gotas = ± 5 gramas de pó. | 1 colher de sopa = ± 9cc = 180 gotas = ± 15 gramas de pó. | 1 ml = 1 cc = 20 gotas. Val:01/2021
Ver produto
Brasil (Todas as cidades)
VALIDADE 01/2021 ALIMENTO COMPLEMENTAR, CORRETOR DE EXCESSO DE GORDURA NO FIGADO E CARÊNCIAS MINERAIS. A alimentação habitual das aves em cativeiro apresenta dois defeitos principais: a um excesso de gorduras, há a juntar uma carência em minerais e, sobretudo, fósforo. A maioria dos grãos distribuídos às aves são oleaginosos (nabo, papoila, niger ou semilha, cânhamo) que contêm entre 30 a 40% de gordura. Com efeito, é preciso considerar que a ave, descascando o grão, deixa o invólucro (casca) para consumir apenas o interior onde se encontra toda a gordura. Um tal excesso, tolerável pelos pássaros que vivem no exterior e numa estação fria, é no entanto, muito grave para os que vivem no interior das habitações ou mesmo em recintos não aquecidos, onde a temperatura não desce abaixo dos 10º centigrados. As aves suportam mais ou menos bem esse excesso de gorduras que, no entanto, pode ser a causa de problemas graves e correntes: a hepatite, seguida de enterite. A hepatite alimentar tem uma evolução lenta (2 a 3 ou 4 semanas) e, no princípio, a ave parece “embolada” por momentos e, depois, cada vez mais frequentemente. Está constantemente no comedouro, mas desperdiça mais do que come na realidade. O ventre encontra-se vermelho, muitas vezes inchado e a sua respiração pode ser penosa apesar de silenciosa. O ventre vermelho é sinal de enterite com congestão do intestino. A respiração é afectada pelo fígado, que se encontra hipertrofiado (até 2 a 3 vezes o seu volume normal). Na autópsia, encontramos o fígado descorado, amarelado ou de cor mastique. A hepatite tem um resultado fatal, salvo intervenção rápida no seu início; infelizmente, na maioria dos casos, perante estes sintomas, os amadores e muitas vezes até os criadores mais experientes começam por dar medicamentos (antibióticos, etc.) cuja acção é ainda pior. A correcção do regime é possível e a COLINA Ca/p foi prevista para este efeito: o seu emprego dois dias por semana (ou 1 dia em cada 3), corrige os excessos de gordura e impede a acumulação desta no fígado. O seu emprego contínuo, no início de hepatites, permite, muitas vezes, travar a sua evolução. A COLINA Ca/P não é um medicamento e, assim, não tem contra indicações. A COLINA Ca/P contém, por outro lado, minerais, oligoelementos, cálcio (Ca) e, sobretudo, fósforo (P). O fósforo existe, com efeitos, nos grãos mas sob uma forma orgânica (ácido píctico) que não é utilizável pelas aves, para as quais um aporte de fósforo mineral é indispensável. Torna-se, pois, necessário fazer este aporte regularmente e a COLINA Ca/P, dada duas vezes por semana, realiza perfeitamente esta função. COMPOSIÇÃO Colina, Sorbitol, cálcio fósforo, oligoelementos (cobalto, zinco, manganês, sódio e cobre) INDICAÇÕES Hepatites por sobrecarga de gorduras e outros problemas de fígado, carências minerais, ossificação, etc. MODO DE UTILIZAÇÃO A COLINA Ca/P, como já referimos, não é um medicamento mas sim um complemento alimentar que, para animais como aves, será misturado no alimento. A forma líquida foi idealizada tendo em atenção a alimentação especial das granívoras, que não permite uma tal mistura. O seu emprego deve ser regular e ao ritmo de dois dias não consecutivos por semana (1 em cada 3 ou 4 dias em média). A COLINA Ca/P é adicionada à água do bebedouro na dose de 1 ml (20 a 25 gotas) em 60 cc de água doce para qualquer tipo de ave). Isto corresponde sensivelmente a duas colheres de sopa bem cheias de COLINA Ca/P por um litro de água. APRESENTAÇÃO Frascos conta-gotas de 30 cc e embalagens de 100 cc. Os nosso produtos podem ser utilizados nas seguistes aves: Canários, Periquitos, Papagaios, Exóticos, Pombos, Faisões e outras. PESOS MÉDIOS DE ALGUMAS AVES: CONSUMOS DIÁRIOS APROXIMADOS CANÁRIOS _ 15 a 40 g CANÁRIOS _ Água: 1 a 3 cc PERIQUITOS _ 20 a 60 g _ Sementes: 2 a 20 g EQUIVALÊNCIAS 1 colher de chá = ± 3cc = 60 gotas = ± 5 gramas de pó. | 1 colher de sopa = ± 9cc = 180 gotas = ± 15 gramas de pó. | 1 ml = 1 cc = 20 gotas.
Ver produto
Natal (Rio Grande do Norte)
O biotério DUNAS FOOD disponibiliza alimentação para animais silvestres e exóticos. Para melhor atender-los favor consultar disponibilidade, estamos passando por processo de ampliação para maior aporte de clientes. ACEITAMOS TODOS OS CARTÕES DE DÉBITO E CRÉDITO
R$ 5
Ver produto

Anúncios Classificados Grátis no Brasil | CLASF - copyright ©2021 www.clasf.com.br.